Projeto de Expansão do Metropolitano de Lisboa reforça mobilidade sustentável

Expansão do Metro: Locais e horários de atividades ruidosas temporárias

O Metropolitano de Lisboa tem vindo a desenvolver e implementar um conjunto de práticas sustentáveis com vista a garantir a sua sustentabilidade económica e da sua envolvente, contribuindo ativamente para a descarbonização da economia e para a melhoria da mobilidade em toda a Área Metropolitana de Lisboa, com efeitos na redução do congestionamento e na sinistralidade.

O Plano de Expansão do Metropolitano de Lisboa constitui um importante passo na transição para a mobilidade sustentável, que procura mitigar as alterações climáticas oferecendo um serviço de transporte amigo do ambiente. Com a criação da linha circular, estima-se que cerca de 3.380 pessoas/dia deixem de utilizar o transporte individual, o que vem permitir a redução de emissão de 4.150 toneladas de CO2 e, ainda, a redução substancial de entrada de viaturas em Lisboa.

Ao agregar toda a ferrovia, o novo anel circular vem não só, assegurar as elevadas cadências de comboios e contribuir para evitar possíveis perturbações, como melhorar a acessibilidade e conectividade da rede, densificando a rede no centro da cidade.

Com este projeto, o Metropolitano de Lisboa ajudará a alterar hábitos de mobilidade, captando novos utilizadores para os transportes públicos, principalmente na zona de Lisboa e Cascais/Oeiras, na margem Norte da Área Metropolitana de Lisboa, e entre Lisboa e Montijo/Seixal/Almada, uma vez que são concelhos que dispõem de ligações diretas ao Cais do Sodré, que incluem os modos ferroviário e fluvial. Além disso, proporcionará ainda a regeneração de áreas urbanas, reforçando os eixos de ligação de polos de centralidade com relevante concentração de serviços, equipamentos, emprego e habitação.

Dado o investimento disponibilizado para este projeto, bem como o tipo de operação que o carateriza, o projeto incidirá, em primeira instância, em zonas mais congestionadas, mais poluídas, com pouco espaço público disponível e com um número de viagens significativo durante todo o dia, abrangendo áreas da cidade de Lisboa que anteriormente não dispunham do serviço do Metro de Lisboa.

Assente numa estratégia voltada para o desenvolvimento sustentável e para a inovação, o Metropolitano de Lisboa continuará a apostar na qualidade dos serviços prestados, de forma a contribuir para uma cidade mais descarbonizada, menos congestionada e com melhor qualidade de vida.