Saltar para conteúdo

Prolongamento da Linha Vermelha inclui construção de quatro novas estações

A expansão do Metropolitano de Lisboa terá seguimento através do prolongamento da Linha Vermelha entre São Sebastião e Alcântara, com quatro novas estações. Será um prolongamento de 4 km e inclui a construção das estações Amoreiras, Campo de Ourique, Infante Santo e Alcântara.

A estação Amoreiras tem a sua localização prevista no extremo sul da Av. Conselheiro Fernando de Sousa, enquanto a estação Campo de Ourique localizar-se-á no centro desse bairro, junto ao Jardim da Parada. A estação Infante Santo forma-se sensivelmente a meio da Av. Infante Santo. A nova estação de Alcântara estabelecerá a ligação de correspondência à futura Linha Intermodal Ocidental Sustentável (LIOS).

No primeiro ano de funcionamento das quatro estações que integram o prolongamento da Linha Vermelha, estima-se que a procura corresponda a um acréscimo de 11 milhões de passageiros em toda a rede do Metro. Este prolongamento vai ainda conseguir retirar da circulação diária de Lisboa 3,7 mil viaturas individuais, o que se traduz numa redução em 6,2 mil ton de CO2 no primeiro ano de operação. Atendendo a uma análise a 30 anos, os benefícios gerados pelo projeto ascendem a 1.047 milhões de euros.

O prolongamento da Linha Vermelha encontra-se previsto no Plano de Recuperação e Resiliência 2021-2026 e conta com um investimento Europeu de 304 milhões de euros.